Luanda, a cidade mais cara do mundo

Deixe um comentário

Nem Nova York, nem Tóquio, Londres ou Paris ganham a Luanda no que toca à carestia de vida. Como na economia impera a lei da oferta e da procura, se a vida é cara em Luanda é porque há lá gente com os bolsos bem recheados e que esbanja dinheiro com fartura para que os produtos de luxo não “apodreçam” nas prateleiras.

Já sabemos que a face de Luanda mudou muito nos últimos anos, existe uma elite que é uma pequena minoria que não se poupa nos luxos nem nos sinais exteriores de riqueza, mas a grande maioria dos luandenses vive em condições bem precárias e muito abaixo do limiar da pobreza.

Quem aterra em Luanda sabe bem que os musseques onde habitam em condições miseráveis muitos milhões de pessoas são bem visíveis por todo o lado. Sem ser necessário viajar pode sobrevoar a cidade através do Google Earth para comprovar esta realidade.

No entanto o que é mais referido sobre Luanda são os edifícios imponentes que se estão a construir, até novas cidades como Kilamba, situada a sul nos subúrbios da grande urbe com aparentemente bonitos apartamentos para a classe média porque os pobres continuam sem poder chegar-lhe.

Assim, Luanda é hoje em dia talvez a cidade onde se notam mais as desigualdades sociais e onde o poder político mais se confunde com o poder económico. Todos os cordelinhos da economia estão nas mãos da família Dos Santos e esse poder económico já se faz sentir também fora de Angola como em Portugal onde o presidente é o 6º mais poderoso da economia portuguesa.

Dizem as notícias que uma percentagem de cada barril de petróleo sugado dos poços de Angola vai direitinha para uma conta de JES, como se fosse ele o dono do produto. Não admira pois que ele tenha comprado cá (Quinta do Lago – Algarve) uma “casinha” de 14 milhões de euros, pois é preciso acautelar o futuro que pode um dia ser incerto.

Numa altura de crise mundial onde até em alguns países os mais ricos se estão a oferecer para pagar impostos extras de solidariedade para com os mais pobres, não seria boa ideia que em Angola, esses que tanto esbanjam se lembrassem que a seu lado vivem concidadãos seus que também têm direito a ter uma vida melhor?

À consideração do povo angolano.

Mário Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s