Tudo como dantes

Deixe um comentário

O povo português acaba de eleger o mais alto magistrado da Nação e o Comandante Supremo das Forças Armadas. Agora que o folclore da campanha já terminou é tempo de olhar para o futuro, deixar o passado que já todos sabemos como foi.

Aquilo que é importante para o nosso futuro colectivo passou completamente ao lado desta campanha, foi uma autêntica vergonha, mais parecia um circo.

Os resultados aí estão, o povo escolheu, está escolhido, agora é respeitar o veredicto popular e esperar por melhores dias.

O candidato Defensor Moura andou por aí, qual batedor lançado pelo seu correligionário de partido Manuel Alegre, mas ninguém percebeu ao que veio. De interessante só disse que uma vez teve que pagar uma tenda para um espectáculo que o PR lhe impingiu. Teve uma entrada de leão despoletando o caso BPN mas a saída foi de sendeiro, quando se confirmou o seu posicionamento no último lugar com apenas 1/3 dos votos daquele que todos previam ficar em último, o que fez de “palhaço” mas afinal havia outro. Na hora da despedida revelou-se pouco democrata, continuando a criticar o vencedor, como se a campanha não tivesse já terminado. Ficou muito mal na fotografia.

José Coelho, o candidato madeirense, teve o condão de soltar fortes risadas a este tristonho povo e foi compensado por isso. No circo da campanha foi o “palhaço” alegre, disse verdades indesmentíveis e foi um dos vencedores. Não ficar em último foi uma vitória, ser o mais votado no concelho do Funchal e o segundo na Madeira foi arrasador. Se em próximas eleições na Madeira, autárquicas ou regionais, conseguir segurar o seu eleitorado, o poder político na região que se cuide. Eu, se fosse sociólogo, ia já para o terreno, tentar perceber este fenómeno.

O candidato do PCP Francisco Lopes teve os votos dos indefectíveis do seu partido e o resultado foi o previsto. Já passou o tempo do CD, do DVD, do Blu-Ray, mas a velha “cassete” roufenha lá continua a tocar …

Fernando Nobre, o único candidato fora dos partidos, teve uma boa votação mas tendo em conta que nas “antenas abertas” das rádios e televisões assistimos a tanta gente a insurgir-se contra os partidos, era crível que obtivesse um melhor score. As suas qualidades de homem solidário e de causas nobres, não chegou ao coração dos portugueses, que apesar de tanto reclamarem dos políticos ainda não acordaram da anestesia que lhes foi aplicada em 25 de Abril de 1974. Fez propostas interessantes, não alinhou em “lavagens de roupa suja” e fica na reserva para daqui a 5 anos.

Manuel Alegre, exímio caçador, levantou a melhor lebre (BPN), mas afinal quem a matou foi o seu concorrente, eu também já fui caçador e bem sei o que custa sermos nós a levantar a caça para outros matarem, mas é a vida. Ter menos votos que há cinco anos, apoiado agora por partidos, um deles no poder, é confrangedor. Há quem diga e julgo ser verdade que a maioria dos ex-combatentes, mesmo que simpatizantes dos partidos que o apoiaram, não lhe confiaram o seu voto porque não se esqueceram do que ele fez durante dez anos em Argel. Incentivar os militares portugueses a desertar, receber os guerrilheiros e congratular-se com as baixas que nos foram infringidas é coisa que não se esquece nem se pode branquear.

Cavaco Silva, acossado por todos os lados, neste jogo de “paintball” escapou ileso e não há volta a dar ao assunto. Todos os candidatos a zurzir contra ele, mas como diz o ditado popular, “vozes de burro não chegam ao Céu”.O povo escolheu, está escolhido, “albarda-se o burro à vontade do dono” como se diz aqui na minha terra.

Daqui a 5 anos, voltamos à carga e certamente aparecerão mais Mouras e Coelhos em 2016 e se forem muitos coelhos, tenho a certeza de que o caçador Alegre terá a tentação de voltar à “coutada”. Afinal, ele ainda não estreou as espingardas purdey que comprou com o cheque do BPP …

Do que não tenho dúvidas é que até lá, tudo continuará na mesma como a lesma, ou tudo como dantes, quartel-general em Abrantes.

Mário Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s