Salvados & Sucatas

3 comentários

A frota de uma companhia militar na guerra de África, composta de Unimog´s e Berliet´s era assistida por um grupo de mecânicos e a situação mais difícil era quando alguma viatura se acidentava e principalmente quando desse acidente resultavam danos pessoais. O pior de todos eram os acidentes por efeitos da explosão de  minas anti-carro que deixavam as viaturas destruídas e as vidas de muitos dos que nelas seguiam a bordo.

Visualizando esta foto, podemos comprovar o efeito explosivo e como por vezes só um autêntico milagre podia deixar vivo quem ia naqueles lugares. Infelizmente, o nosso companheiro, condutor deste Unimog, António Machado, não teve essa sorte e apesar dos esforços do enfermeiro Casimiro Pereira que no local o socorreu, não resistiu aos ferimentos.

Muitas vezes, além da mina anti-carro eram colocadas outras minas anti-pessoal no local que provocavam ainda mais vítimas,  e outras vezes conjugadas com emboscadas, o que tornava o cenário ainda mais dramático.

A foto que segue, é de outra viatura minada, mas que neste caso, talvez por tratar-se de uma viatura mais pesada (camião Berliet), resistiu melhor e 4 dos seus ocupantes foram feridos, mas que felizmente recuperaram. Há que referir que os lugares da frente eram revestidos com sacos de areia para proteger os ocupantes, mas mesmo assim, muitas vezes essa protecção não era suficiente.

Estas duas viaturas da C.caç. 3413 acabaram a sua missão ali no quartel da Mamarrosa e alguns salvados foram certamente aproveitados para servirem de peças sobressalentes para outras. Tenho conhecimento que a companhia que rendemos (C.Caç.2676), também teve duas viaturas destruídas por minas e também ali “jaziam” os seus restos, transformados em autêntica sucata. Eis as fotos:

Mário Mendes

3 thoughts on “Salvados & Sucatas

  1. http://barreirenseicosta.multiply.com/
    No link acima citado há fotos de muitas viaturas acidentadas.

  2. Recordo-me de ver algumas viaturas destruidas por minas no quartel da Mamarrosa.
    Local onde permaneci até finais de 1974. Provávelmente algumas delas, seriam as representadas nestas fotos.
    Manuel Aldeias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s