Olé, Olé!

Deixe um comentário

Na ilha Terceira, as touradas à corda remontam ao século XVI, porque os primeiros povoadores eram de províncias onde havia a tradição taurina e depois também pela presença dos castelhanos no período compreendido entre 1580 e 1640, que foram sempre os maiores aficionados da festa brava.

Assim, desde Maio a Outubro não há freguesia que se preze que não inclua nos seus festejos tradicionais a tourada à corda, tão do apreço dos terceirenses e dos turistas que visitam a ilha. Quando em 1971, estive no BII17, em Angra do Heroísmo, tive a oportunidade de assistir e também correr à frente do touro, na freguesia da Ribeirinha.

Mais popular na ilha Terceira, as touradas porém, também se fazem noutras ilhas, como é o caso de São Jorge. E não é que o nosso companheiro, Manuel Fernando Quadros, pescador de profissão, agora com 6o anos de idade, ainda está em forma e não se sai nada mal nas “faenas” que executa perante tão “corpulento” animal! As imagens que se seguem provam o que digo.

NR: O Quadros é o que está com a corda na mão. Os meus agradecimentos, pela disponibilização das fotos, à sua filha, Sandra Quadros.

Mário Mendes

O vídeo que se segue mostra uma tourada à corda:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s