MVL

4 comentários

No início da guerra em Angola não existia uma estrutura capaz de dar o devido apoio às diversas unidades militares que chegavam a Angola cada vez em maior número e por isso foi necessário concentrar em Luanda uma base logística, a partir da qual eram feitos os reabastecimentos.

De Luanda eram enviados para as unidades os artigos requisitados em viaturas militares e viaturas civis fretadas, sendo este movimento conhecido por MVL (Movimento de Viaturas Logístico).

Pelo menos de 15 em 15 dias uma grande coluna com dezenas e dezenas de camiões partia de Luanda com destino ao Norte de Angola, a chamada ZIN (Zona de Intervenção Norte), escoltada por militares.

Descarregados os camiões nos respectivos aquartelamentos, tinham que esperar o regresso do MVL para nele serem reintegrados e regressar de novo a Luanda. Também algum civil que desejasse viajar na sua viatura para uma zona de guerra, só o podia fazer integrando este movimento.

Mário Mendes

4 thoughts on “MVL

  1. A protecção ao MVL também nos calhou algumas vezes, sobretudo na altura em que nos encontrávamos na Mamarrosa.
    Recordo-me que neste período andei cerca de um mês de terra em terra, a partir de S. Salvador do Zaire, com um dos nossos GC, e até conhecemos povoações como Nambuangongo, pois íamos até perto de Luanda.
    Não éramos os únicos a proteger o MVL, pois connosco andavam pelo menos mais dois GC de outras unidades.
    Era uma tarefa bastante mais divertida do que andar no mato, pois aquilo era uma espécie de comboio-correio que ia parando em todas as estações e dava para descontrair, beber uma cervejas e ver caras novas.
    Um abraço JS

  2. Foi num desses enormes comboios de viaturas a que chamávamos MVL, que eu iniciei a minha primeira viagem pelas picadas Angolanas. Com saída durante a madrugada, da Manutenção Militar em Luanda e chegada noite dentro a Nambuangongo. Para um maçarico como eu, essa foi uma dura caminhada de cerca de 180 Km pelas matas Angolanas

  3. jose antonio araujo 12/02/2013 no dia 15 de agosto de 1970 tambem iniciei a primeira viagem pelas picadas de angola.mvl o tal comboio de viaturas transportou-me ate s.salvador onde chegamos no final do dia seguinte.a minha especialidade era condutor auto rodas e integrei a seccao de transportes (os diamondes)estacionada no comando sector zaire s.salvador onde permaneci ate principios de 1972 um abraco para todos os combatentes. muito obrigado.

    • A minha maior Guerra,foi precisamente com M.V.l. estava em Nambuangongo (1965 a 1966)era do P.A.D. 1048) ex-1ºcabo meânico ,condutor do Pronto-Socorro,sai muitas vezes,para desenrrascar as viaturas civis que chegavam carregadas,,,e quando chovia,era uma trabalheira para as rebocar! em muitas saidas que fiz,fomos atacados pelos Turras, Dois mortos ! mas cá cheguei,Paz aqueles que já cá não estaõ! e um forte abraço para todos que ainda se encontram vivos? um BEM_HÀJA.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s