Ponte de Lianas

Deixe um comentário

Quiquiemba, uma aldeia inserida na província do Kwanza Norte, em Angola, parece ainda viver nos primórdios da civilização. A ponte sobre o rio Dange que lhe servia de passagem para Vista Alegre, uma povoação na província do Uíge, foi dinamitada em 1976, no auge da guerra civil angolana, e nunca mais foi reposta.

Para quebrar este isolamento a que estão sujeitos há 34 anos, os naturais da aldeia, quais “tarzans” construíram uma ponte de lianas e arriscam todos os dias a vida na passagem do rio para poderem levar os produtos que cultivam a outros sítios onde os trocam por produtos que precisam para a sua sobrevivência.

Esta situação reforça o que já tenho dito que “Angola é Luanda, o resto é paisagem”, mas esta história deveria envergonhar o governo de Angola, que vai ao ponto de submeter a um isolamento  pré-histórico alguns dos seus concidadãos por causa de uma simples ponte.

Esta miséria atroz num país com tanta grandeza pode ser vista, clicando AQUI.

Mário Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s